25 de junho – 14h30 às 18h30ibge-logo

Desafios para a Produção de Geoinformação pelo IBGE

A crescente sensibilidade aos problemas ambientais, urbanos e agrícolas, aumenta a demanda de novas metodologias destinadas à obtenção de dados/informações que retratem as condições atuais e séries histórias, das características do meio físico, biótico e antrópico, proporcionando o conhecimento necessário para o planejamento de políticas públicas, do seu monitoramento e tomada de decisão.

Os avanços, tecnológicos e no uso, trazem um desafio para as instituições produtoras da informação geoespacial, no sentido de assegurar que as informações geoespaciais sejam relevantes e disponibilizadas com a integração, qualidade, forma, abrangência, velocidade e frequência necessárias.

A Diretoria de Geociências (DGC), órgão específico singular do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), compete planejar, organizar, coordenar, supervisionar e executar estudos, pesquisas e trabalhos de natureza geográfica, geodésica e cartográfica, bem como aqueles relativos a recursos naturais e condições do meio ambiente. Também compete a DGC executar as ações que couberem à Fundação IBGE no âmbito da coordenação dos Planos Geodésico Fundamental e Cartográfico Básico, assim como em relação a convênios de cooperação em matéria geocientífica.

Essas atividades buscam agregar a componente territorial à missão do IBGE que é a de retratar o Brasil com informações necessárias ao conhecimento de sua realidade e ao exercício da cidadania. A componente territorial é definida através de uma infraestrutura geodésica, uma estrutura territorial e um conjunto de dados geoespaciais de referência e temáticos.

Mediador: João Bosco de Azevedo – IBGE
Diretor de Geociências do IBGE, Engenheiro Cartógrafo e mestre em Engenharia da Computação/Geomática, ambos pela UERJ e especialização em Infraestrutura de Dados Espaciais pela Universidade Politécnica de Madrid. Professor do Departamento de Cartografia da UERJ.

 
 
 
 

Programação

14h30 às 15h – Desafios para a Produção de Geoinformação pelo IBGE
João Bosco de Azevedo

Grupo Técnico

15h às 15h30 – Quadro Geográfico, um dos princípios da integração entre a Geografia e a Estatística
Cayo de Oliveira Franco (Graduado e Mestre em Geografia, ambos pela Universidade Federal do Rio de Janeiro

15h30 às 16h – Base Cartográfica do Brasil na escala de 1:100.000
Marcelo Rodrigues A. Maranhão (Engenheiro Cartógrafo e mestre em Geomática, ambos pela UERJ) e Flavio Vieira Scofano (Engenheiro Cartógrafo pelo IME)

16h às 16h30 – Debates

16h30 às 17h – Intervalo

Grupo Tecnológico

17h às 17h30 – BDIAWeb, o novo banco de dados de informações ambientais
Marta Minussi Franco (Geografia pela Universidade Estadual Júlio de Mesquita Filho e mestrado em Planejamento de Sistemas Energéticos pela Universidade Estadual de Campinas

17h30 às 18h – Hiper-recursos abertos e colaborativos para Infraestruturas de Dados Espaciais
Rogério Luís Ribeiro Borba (graduado em Informática pela UERJ, mestrado em Engenharia de Computação pela UERJ e doutorado em Engenharia de Sistemas e Computação pela UFRJ/COPPE)

18h às 18h30 – Debate

Este encontro tem acesso livre para inscritos nas atividades (cursos, seminários e fórum) e/ou na feira